in

PM afasta agentes envolvidos em agressão a menor no São Judas

Imagens de câmeras de segurança registraram agressões de policiais militares contra jovem (Foto: Reprodução)

A Polícia Militar afastou os agentes envolvidos na agressão a um adolescente de 16 anos na noite do último sábado (11), no bairro São Judas Tadeu, em Itu. A PM, em nota, afirmou que “que todas as circunstâncias relativas ao caso são investigadas por meio de um Inquérito Policial Militar (IPM). Os agentes envolvidos na ocorrência foram afastados do trabalho operacional”. Os nomes dos policiais não foram divulgados.

Segundo informações registradas em boletim de ocorrência, por volta das 23h daquele dia a Polícia Militar foi acionada para atender um caso de suposta aglomeração em um comércio na Avenida Dr. Ulisses de Moraes. Ao chegar até o local, as autoridades teriam orientado a proprietária do estabelecimento a fechá-lo.

Com isso a aglomeração teria sido dispersada, com o irmão da proprietária do estabelecimento, um adolescente de 16 anos ficando na calçada para varrer a mesma. Foi quando, de acordo com a comerciante, os policiais teriam se aproximado do menor e perguntando o motivo dele ainda estar ali e na sequência, sem motivo aparente, ainda segundo a jovem, os PMs empurraram seu irmão e um eles ainda o agrediu com um cassetete. Ainda no boletim de ocorrência, a comerciante disse desconhecer o nome dos policiais envolvidos, pois os mesmos não apresentavam identificação.

Repercussão

Imagens de câmeras de segurança que mostram as agressões foram divulgadas nas redes sociais e também encaminhadas para diversos veículos de comunicação, dentre eles o Periscópio. À reportagem, a irmã do menor, Luana Nascimento, primeiramente disse acreditar que o adolescente teria sido confundido com um cliente, já que havia sido solicitada a saída dos mesmos do local para findar a aglomeração.

Posteriormente, durante a conversa, a comerciante disse acreditar que seu irmão foi vítima de discriminação. “Julgaram o livro pela capa. Acredito que pelas roupas que ele estava vestindo, pensaram que ele não tivesse família”, declarou.

A jovem acrescentou ainda que seu irmão está com muito medo, até para “sair na rua”, mas a comerciante comenta que “não vai se calar”. “O advogado vai até a corregedoria [da PM] e vamos abrir um processo contra os policiais. Nós somos trabalhadores. Quem nos conhece sabe o quanto trabalhamos”, encerra.

O caso ganhou muita repercussão, com o vídeo em que as agressões são flagradas sendo compartilhado pelas redes sociais e também em sites de notícia. Até mesmo o programa “Balanço Geral”, da Record TV, veio até Itu para noticiar o caso.

O post PM afasta agentes envolvidos em agressão a menor no São Judas apareceu primeiro em .

O que achou disto?

Proposto pra pensar por Carlos Diego

STF dá sequência ao julgamento sobre o marco temporal nesta quarta, 15

STF dá sequência ao julgamento sobre ‘marco temporal’ nesta quarta (15)